Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2016

Na contramão da crise: uma aventura que cresce 700%

“MacGyver” de seu próprio negócio: como Vitor Torres e Fabio Bacarin conseguiram fazer uma disrupção no mercado de contabilidade, com a Contabilizei.
Fabio Bacarin tinha uma ideia: digitalizar menus de restaurantes. Inscreveu seu plano de negócios na aceleradora de Vitor Torres, mas foi logo rejeitado. Não que a ideia fosse ruim – pelo contrário, a startup tomou forma! O problema era que a aceleradora não tinha nenhuma expertise no meio. Apesar disso, Fabio tinha um brilho nos olhos diferente e Vitor ficou impressionado.
Assim nasceu não só uma amizade, como uma sociedade que tem dado certo desde 2012 e que deu origem a uma plataforma disruptiva de contabilidade para micro e pequenas empresas. Mas antes de falarmos da Contabilizei, precisamos falar de quem está por trás de tudo.
Da lama ao escritório
Volta a fita. O ano é 1990 e Vitor é um menino de apenas 8 anos que adorava assistir ao MacGyver na TV. Em sua imaginação, corria por trilhas cheias de lama, numa Land Rover verde oliva equ…

Como manter uma governança tributária eficiente

Com a falta de estabilidade financeira no país, um dos assuntos mais comentados por vários especialistas é a dificuldade de reduzir a carga tributária, seus riscos e a intensidade de fiscalização.
Para sanar esses problemas e evitar qualquer tipo de surpresa, algumas empresas de médio e grande porte passaram a investir em sua gestão tributária, com objetivo de reduzir os riscos junto ao Fisco e melhorar a situação financeira de seu negócio.
Gerir o negócio tributário é tão importante quanto gerir os setores comerciais e financeiros, pois impacta diretamente na formação do preço de venda e o custo chega a comprometer uma boa parte do seu orçamento.
Com a governança tributária efetiva, é possível minimizar os riscos fiscais, melhorar a sua competitividade e evitar surpresas que o Fisco vem cobrando dos empreendedores.
Não se consegue fazer uma boa gestão tributária, se não conhecer o negócio tributário, por isso os profissionais envolvidos devem conhecer bem a legislação e com isto pod…

Saiba quais profissões terão maiores ganhos salariais em 2017

Levantamento da empresa de recrutamento Robert Half mostra quais ocupações têm maiores perspectivas de valorização no ano que vem
Mesmo com o país em recessão e com o desemprego crescente – são 12 milhões de pessoas procurando trabalho, segundo o dado do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgado no último dia 30 -, há profissionais cuja demanda em alta indica salários mais altos para o próximo ano. Um levantamento feito pela empresa de recrutamento e seleção Robert Half, com base nas entrevistas feitas e vagas disponíveis, mostra as tendências em oito áreas:
1. Finanças e contabilidade


- Auditor, empresas pequenas e médias: valorização de 6,6% (R$ 3.400 a R$ 9.500)  - Analista contábil/fiscal sênior, empresas pequenas e médias: valorização de 6,4% (R$ 5.500 a R$ 7.800)  - Gerente de auditoria, empresas de grande porte: valorização de 6,3% (R$ 13.500 a R$ 27.000)

2. Recursos humanos


- Coordenador/especialista em recursos humanos, empresas pequenas e médias: valor…

TJSP DECIDE QUE INCIDE ICMS E NÃO ISS NA INDUSTRIALIZAÇÃO POR ENCOMENDA

O TJSP em julgado recente em processo conduzido por nosso escritório decidiu que incide o ICMS nas operações de industrialização por encomenda.  O caso trata de ação ajuizada por empresa que tem por objeto social a exploração do ramo de galvanoplastia, por encomenda.
Em brilhante decisão, o Desembargador Relator Burza Neto da 18ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça de São Paulo, analisou o processo de galvanoplastia e conclui que trata-se de “atividade meio para obtenção de nova mercadoria ou para aperfeiçoamento do produto, que posteriormente é vendido” e assim “está sujeito ao ICMS”.
A ementa foi redigida da seguinte forma:
“Ação ordinária anulatória de lançamento fiscal – Apelante explora o ramo de galvanoplastia, tratamento superficial, zincagem e fosfatização, atividades que estão sujeitas à incidência do ICMS e não ao ISS. Matéria já foi submetida ao S.T.F. que concedeu liminar na ADIN nº 4389. Recurso provido”
Com essa decisão o TJSP adotou o entendimento do Supre…

PB: Empresas de varejo com receita acima de R$ 3,6 milhões passam emitir Nota Fiscal Eletrônica ao Consumidor

Desde o último sábado (1º), as empresas do varejo paraibanas com receita acima de R$ 3,6 milhões, no exercício de 2014, passaram a emitir a Nota Fiscal Eletrônica ao Consumidor (NFC-e). O novo serviço, implantado para o varejo desde julho do ano passado, faz parte da modernização da Receita Estadual, trazendo redução de custos para empresas do setor, garantindo transparência e ainda permitindo acesso ampliado do cupom fiscal aos consumidores.
As empresas do varejo com receitas acima de R$ 3,6 milhões são o sétimo segmento incluído no programa de implantação da Nota Fiscal Eletrônica ao Consumidor (NFC-e). A obrigatoriedade foi iniciada em julho de 2015 com as grandes varejistas com faturamento superior a R$ 25 milhões ao ano. No segundo semestre do ano passado, as empresas do comércio varejista de combustíveis de Gás Liquefeito de Petróleo (postos de combustíveis) e revendedores de gás de cozinha; bares, restaurantes, lanchonetes, buffet, casas de chá, cantinas e similares e de bebid…

AL: Sefaz divulga cronograma de obrigatoriedade da Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica

A Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas (Sefaz/AL), por meio da Instrução Normativa SEF nº 46/2015, divulga os prazos para adesão obrigatória à Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e) pelos contribuintes a partir de 2016.
O calendário de obrigatoriedade teve início nesta semana para estabelecimentos que possuem receita bruta igual ou superior a R$ 15 milhões (de acordo com o ano anterior) e àqueles em início de atividade cuja expectativa de receita bruta anual seja superior a R$ 120 mil. O edital com a lista das empresas para credenciamento pode ser conferido no site da Sefaz.
O cronograma é gradual e fornece aos empreendedores alagoanos tempo hábil para adaptação ao novo sistema. A NFC-e é um modelo recente de documento fiscal eletrônico, destinado à venda ao consumidor, e substitui os modelos D1 e o tão conhecido Emissor de Cupom Fiscal (ECF).
A utilização passa a existir ao contribuinte de duas formas: por adesão voluntária ou por cumprimento ao calendário de implantação…

SPED BEPS - Um novo cenário para as grandes corporações

Olá, Pessoal!
Parece que estamos vivenciando uma nova transição no projeto Sped, criado em 2007, com o propósito de unificar, simplificar e reduzir as obrigações acessórias dos estados e da RFB; e embora ele ainda, não tenha atingido o seu propósito inicial, deverá abarcar novos registros para atender outro Acordo Internacional. Em 2015, ele já incorporou uma obrigação acessória para atender ao acordo internacional FATCA (Brasil x USA)( EFD FINANCEIRA-FATCA).
A novidade vem  na esteira da “Convenção sobre Assistência Mútua Administrativa em Matéria Tributária, da OCDE, que acaba de ser ratificada pelo Brasil, através do Decreto 8.842 de 29 de agosto de 2016. Nesta Convenção, o Brasil se compromete a aderir ao AEIO (Automatic Exchange of Information) Troca automática de informações em matéria tributária.

Vale destacar um breve histórico da OCDE com a sua atuação no cenário tributário internacional:

Em 2000, a OCDE (Organização para a Cooperação e DesenvolvimentoEconômico)  criou o Fór…

Você sabe a importância de auditar seus arquivos?

Repositório público, também conhecido como SPED, tem o poder de colocar lente de aumento nos problemas fiscais de cada empresa, também capaz de deixar o relacionamento mais transparente com as autoridades tributarias, possivelmente gerando "riscos tributários existentes" e não contabilizados gigantescos.
O SPED traz um agravante: o contribuinte “assina“, mesmo que digitalmente, o arquivo eletrônico, ou seja, declara que as informações transmitidas são expressão da verdade. Isso significa que a fiscalização não vai mais conferir as informações prestadas.
O Fisco realiza checagens por meio eletrônico, juntamente com as análises que o SPED realiza, como a Nota Fiscal por exemplo. Já o SPED tem sua implementação por objetivo a simplificação das obrigações acessórias, mas na realidade é a exposição “compulsória” das informações armazenadas pelos contribuintes.
Vale lembrar que o Programa Validador e Assinador (PVA) disponibilizado pela Receita Federal não é um sistema de auditor…

SYNERGY 2016: Thomson Reuters reúne importantes líderes, reguladores e decisores para discutir as tendências e o papel da tecnologia na transformação do mercado fiscal, tributário e de comércio exterior

Thomson Reuters reúne importantes líderes, reguladores e decisores para discutir as tendências e o papel da tecnologia na transformação do mercado fiscal, tributário e de comércio exterior
Em sua quinta edição no Brasil, SYNERGY 2016 terá a participação do economista Ricardo Amorim, e de Jonathan Formiga, Auditor da Receita Federal SPED, Malha Fiscal, Compliance & Governança Tributária e Competitividade no mercado Internacional com uso de Regimes Aduaneiros Especiais e FTAs são outros temas de destaque no evento
São Paulo, 10 de outubro de 2016– A cidade de São Paulo, mais uma vez, é palco de um dos mais importantes eventos para discussão de temas dos segmentos econômico, fiscal, tributário e de gestão do comércio exterior no mundo. No dia 19 de outubro, especialistas de grande prestígio do mercado nacional e internacional estarão reunidos no WTC Events Center para participarem doSYNERGY 2016, evento multisetorial considerado referência mundial nessas temáticas. Esta é quinta vez que…

Um dia de muita gratidão

Confirmada a abertura na 85ª turma do MBA em Contabilidade e Direito Tributário do IPOG. Iniciado em agosto de 2012, chegamos  a 24 Estados diferentes e muito mais ainda vem por aí. 
Como agradecer a todos os envolvidos neste projeto? Sinceramente fico sem palavras para definir a plenitude dos sentimentos que sinto. Gratidão, felicidade, realização, amor, carinho, reconhecimento são apenas alguns deles. 
Do pessoal do IPOG sejam do apoio, equipe de venda, os diretores ou professores. Dos amigos que muito apoiaram este sonho. 
De cada um dos alunos ( os mais lindos e melhores do mundo ) que acreditaram neste sonho. Que muito me emocionam com seus depoimentos. Que troca de energia e conhecimento vivi com vocês nestes 4 anos  !!! 
Da minha esposa, filhos e família que compreendem e tanto me apoiam. Sem vocês nada sou.
Sem deixar de reconhecer e agradecer especialmente a Deus, aos anjos, arcanjos, santos protetores, espíritos de luz e meus anjos da guarda por tudo. Sem o Sagrado, também …

eSocial - Publicada nova versão do MOS (Manual de Orientação) - versão 2.2

O Comitê Gestor do eSocial publicou a Versão 2.2 do Manual de Orientação do Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas – eSocial, disponível no endereço: http://www.esocial.gov.br.
Fonte: Thomson Reuters
Documentação Técnica Leiautes Leiautes do eSocial versão 2.2
XSD Pacote de Eventos eSocial versão 2.2
via José Adriano

Receita investiga escritórios que prometem trocar títulos por fim de débitos

A Receita Federal anunciou, nesta segunda-feira (3/10), uma operação nacional contra desvios nos cofres públicos, incluindo fraudes com títulos públicos para pagamento de débitos. Segundo o fisco, alguns escritórios de advocacia e contadores têm oferecido créditos para liquidação de débitos, enganando contribuintes interessados em regularizar dívidas.
Esses escritórios — sediados em São Paulo, Paraná, Espírito Santo e Goiás — afirmam que os créditos têm amparo em Títulos da Dívida Pública ou apresentam documentação falsa com despachos de reconhecimento da Receita Federal sobre supostos créditos de decisões judiciais, créditos de IPI e de outros tributos.
Parte deles apenas vende os supostos benefícios, de acordo com o órgão, enquanto outros oferecem “assessoria completa”: comercializam créditos, retificam as declarações do contribuinte (DCTF/GFIP/PGDAS-D), retiram a certidão negativa e recebem o pagamento no final da operação.
A Receita afirma que já notificava individualmente contri…