Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2012

Mundo Tributário | Saiba porque o planejamento tributário é importante na logística das empresas

Uma das nuances do bom planejamento tributário reside justamente no conhecimento das hipóteses de crédito, que reduzem o valor a pagar dos tributos como ICMS, IPI, PIS e Cofins, considerados pela legislação como tributos não cumulativos.
Todos os meses somos informados pelos meios de comunicação dos novos recordes de arrecadação de tributos e isto não se dá apenas porque a economia está em crescimento, mas principalmente, em razão dos fortes meios de controles adotados pelo Fisco no combate a sonegação fiscal.
Ferramentas eficazes, como a NF-e, SPED, Sintegra, Fiscalização de fronteira, Substituição, Antecipação Tributária, Retenções na Fonte, têm justificado e garantido o crescimento de arrecadação dos tributos aos cofres públicos.
Para o contribuinte, inserido na realidade atual em que a sonegação fiscal passou a ser a pior das hipóteses de redução de custos, resta ajustar-se a esta realidade repassando os custos tributários ao preço dos produtos e serviços com o risco de perder mercad…

Mundo Contábil | Compliance, controles internos, conduta, ética e gestão de riscos

Por Marcos Assi
O que será que estes termos têm em comum? Base de uma boa gestão para os negócios, mas por que ainda temos tantos problemas na implementação de uma boa gestão de governança corporativa?
Bom, vamos por partes até para facilitar o entendimento, afinal compliance e conformidade, que são a mesma coisa, mas as pessoas ainda acham que o responsável é o oficial de conformidade ou compliance e sua equipe que tem a função de gestão de compliance e controles internos, mas se enganam, pois a responsabilidade é de todos na organização, afinal o compliance não atende clientes, não autoriza pagamentos, não aprova crédito, não contabiliza receitas, entre outras inúmeras atividades.
Então o que deve fazer o profissional de compliance? Deve ser um facilitador do negócio, entender o que as normas externas e internas, esta ultima vem da alta administração, determinam para a gestão dos negócios, por esse motivo o profissional de compliance necessita conhecer, ou formar parcerias com profissi…

Mundo do Conhecimento | TED e Cursos do MIT e Harvard com legendas em português

Fica a minha recomendação. Sou fã do TED !!!  Todo o conteúdo da iniciativa TED está sendo traduzido para língua portuguesa. Esta iniciativa vai ajudar uma grande quantidade de pessoas que, embora possuam o livre acesso ao conteúdo, não compreendem a língua inglesa. Das mais de 5 mil aulas disponíveis, 250 já possuem o recurso. Até o fim do ano, a intenção da equipe é legendar mais 1.500 vídeos para língua portuguesa. Para quem é puritano, além da equipe Veduca, traduções independentes podem ser encontradas no Youtube.
http://www.youtube.com/results?search_query=ted+pt_br&oq=ted+pt_br&gs_l=youtube.3..0.94211.97453.0.98563.9.7.0.2.2.1.1128.2671.0j2j3j0j1j7-1.7.0...0.0...1ac.MTeMxLbIU2c

O site veduca reúne centenas de vídeo-aulas de instituições como Harvard e MIT, legendadas em português e com acesso gratuito:
http://veduca.com.br/
Veja Também:

A União contribui com o sucesso do empresário Contábil

Por Gilmar Duarte da Silva
Empresário é toda pessoa que estabelece uma entidade para ofertar produtos ou serviços. No entanto, o simples exercício de uma atividade econômica não faz de ninguém um bom empreendedor.
Geralmente o profissional da contabilidade inicia suas atividades e aprende o oficio trabalhando de colaborador de um empresário. Com o passar do tempo, o profissional vai ganhando autoconfiança e se sentindo seguro para executar todos os serviços do meio contábil, momento em que resolve começar o seu próprio negócio. E assim surge mais um empreendedor no mercado.
O novo empresário contábil ocupa-se com todas as tarefas para prestar o melhor serviço possível ao cliente. Faz a contabilidade, a escrituração fiscal, a folha de pagamento e todas as obrigações acessórias. Quando o serviço vai se acumulando o competente profissional decide contratar ajudantes, mas continua sendo o melhor cumpridor das tarefas rotineiras e muitas vezes se gaba desta façanha.
Imagine se, por exemplo, é …

Mundo Pensante | Você é aceitador, convencedor, demorador ou sabotador?

Nos últimos 10 anos prestando consultorias presenciei dezenas de processos de gestão de mudança e separei em quatro grupos de pessoas em relação a aceitabilidade das pessoas diante da mudança:
ACEITADORES (7%) – São aqueles que aceitam rapidamente e se adaptam facilmente a mudança. Tornam-se apoiadores dela e são o sonho que todos os gestores de RH.
CONVENCEDORES (43%) – São aqueles que aceitam a mudança depois que se convencem dos aspectos positivos dela e são influenciados diretamente pelos aceitadores. Também são bem vistos pelos gestores de RH.
DEMORADORES (43%) – São aqueles que mudam quando quase todos já mudaram e não tem mais meio termo. Apesar de pouco adepto a mudanças acabam acatando, porem são muito influenciados pelas ideias do próximo grupo.
SABOTADORES (7%) – São aqueles que não só não mudam como torcem contra a mudança. Altamente críticos estão sempre focados no lado negativo especialmente durante o processo de introdução e adaptação da mudança. Buscam influenciar os demor…

Mundo SPED | SPED e a teoria de Charles Darwin

Por Ronaldo Dias Oliveira*
Numa pesquisa encomendada pelo governo federal, realizada nos idos de 2003, foi diagnosticado o contingente de empresas que estavam operando com algum grau de informalidade (leia-se sonegando impostos). Micro e pequenas empresas respondiam por 69% de sonegação fiscal em tudo que vendiam e as grandes empresas tinham 26,5% de suas operações não declaradas aos governos.
Porém, os “ganhos” obtidos por esta atitude, muitas vezes, mascaravam as falhas gerenciais ou operacionais das empresas, fazendo com que algumas só fossem viáveis se não recolhessem todos os impostos nas operações que realizavam, pois só assim podiam praticar os preços mais baixos (muitas vezes seu único diferencial).
De posse dos dados da pesquisa, percebeu-se que os principais tipos de artifícios empregados pelas empresas para não pagar os impostos eram : meia nota (emissão de nota pela metade do preço recebido pelo produto), nota calçada (1ª via com uma informação e a via do fisco com valor muit…

Mundo SPED | Auditoria digital - Contágil, a ferramenta da RFB

Texto muito legal sobre auditorias digitais e as ferramentas utilizadas pelo FISCO.

No dia 25 de junho deste ano, a RFB publicou uma resolução Nº 04 CTI/RFB  disponibilizando para as administrações tributárias e o DF, o programa de auditoria digital chamado ContÁgil. O objetivo num primeiro momento seria compartilhar o aplicativo e dar escala ao seu uso, porém, se observarmos a Portaria 275/12 da RFB e o Decreto 7777/12, do Poder Executivo prevendo a celebração de convênios com os Estados e o DF, com o intuito de terceirizar algumas atividades em função de “descontinuidade de serviços públicos e atividades durante greves, paralisações ou operações de retardamento de procedimentos administrativos promovidas por servidores da carreira Auditoria da Receita Federal do Brasil.”comentário Anfip.
Este Decreto e a portaria foi duramente criticado pela classe,  FENAFISCO e ANFIP , sendo que a FEBRAFITE  divulgou nota da qual extraímos  um trecho:
“O referido Decreto é uma afronta ao princípio dem…

Mundo Digital | O horário nobre das redes sociais

Gerenciar as mídias sociais para o seu negócio pode ser dificultoso. Quais imagens compartilhar, qual novidade da empresa postar e sobre que assunto falar. Além de saber o que publicar, e em que rede social, outra grande questão está relacionado ao horário de postagem.
De acordo com o diretor da Área Local – Agência Digital, Remo Carlo Bortoluzzi, o público em geral está nas redes sociais em horários comerciais. “Tem que ser estratégico. Postar um conteúdo entre 9 e 11 horas pode trazer mais resultados do que colocar as 5 horas da manhã, por exemplo, pode não render tanto quanto o esperado”, explica.
Podemos dizer que o sucesso dos likes e twittes está relacionado ao horário de postagem. No entanto não podemos segui-los tão a risca. E a explicação é simples, já que o número de acessos está mais direcionado a qualidade do conteúdo. “Independente do horário, a empresa deve conhecer o público alvo e direcionar o conteúdo. Realizando estas ações dificilmente o resultado será negativo”, dest…

Mundo Tributário | A importância dos precedentes tributários

Meus comentários: Texto muito legal que aborda um excelente ponto de atenção a ser observado numa gestão tributária eficaz 

Por Luiz R. Peroba e Rodrigo Martone| Valor Econômico
O Brasil é um país que adotou o modelo romano-germânico, também denominado “civil law”. Nesse tipo de modelo, o direito é baseado em códigos, ou seja, em leis escritas devidamente aprovadas pelos Poderes Legislativo e Executivo. No sistema de civil law, o Poder Judiciário se utiliza das normas jurídicas escritas e genéricas para sua aplicação aos casos concretos.
Em outros países do mundo como a Inglaterra e os Estados Unidos, no entanto, o modelo adotado foi o anglo-saxão, também conhecido como “common law”. Ao contrário do modelo romano-germânico, o sistema de common law é totalmente baseado nas decisões dos tribunais, e não nos atos normativos emanados pelos Poderes Legislativo e Executivo. Portanto, uma decisão a ser tomada pelo Poder Judiciário em determinado caso sempre dependerá dos precedentes que já fora…

A dança dos créditos de ICMS nos Estados

Marli Ruaro (*)
Para aumentar a capacidade de competição no mercado interno e externo – e também para incentivar a instalação e a modernização das empresas em seu território, os governos estaduais têm criado benefícios adicionais àqueles já previstos na LC 87/1996 (Lei Kandir) para compra de bens destinados à integração do ativo imobilizado.
O primeiro estado foi São Paulo: desde 2009 os paulistas podem aproveitar, de forma integral e em uma única vez, o valor do imposto relativo à aquisição desses bens, desde que o fabricante também seja paulista (1) .
Depois foi a vez de Minas Gerais, onde o crédito do ICMS dos bens adquiridos a partir de 2011, também de fabricante mineiro ou de centro de distribuição localizado neste Estado, para integrar o ativo imobilizado dos estabelecimentos que industrializam tintas e vernizes, produtos de limpeza, eletrodomésticos e veículos, entre outros, pode ser aproveitado integralmente e de uma só vez (2).
No mês de julho de 2012, retroagindo ao início deste…

Governo demais e empreendedores de menos

JORNAL DO COMÉRCIO/RS
Ainda repercute a guinada do governo federal em prol das concessões, finalmente convencido de que não tem dinheiro e, o pouco que tem, sofre amarras, tudo é burocrático e, ao final, temos a mazela do superfaturamento. O sul-coreano Ha-Joon Chang, professor de economia da Universidade de Cambridge, na Inglaterra, esteve na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). Ele é considerado um dos maiores especialistas internacionais em política industrial. Apresentou aos empresários uma visão comparativa nas últimas décadas do desempenho econômico e social entre diversas economias desenvolvidas e em desenvolvimento. Para nossa tristeza, mas sem nenhuma surpresa, discorreu sobre como o Brasil perdeu e continua perdendo posição em relação a vários outros emergentes, especialmente asiáticos, que têm praticado a correta política de estimular investimentos e seus empreendedores. “Lá, não hesitam em, publicamente, prestigiar os empreendedores, aqueles que se lança…

Malha GFIP - Sistemática atrasa regularidade fiscal do contribuinte na RFB Verenna Melo*

Desde 14 de dezembro de 2011, está em vigor a Malha GFIP. Regulado pela Portaria Conjunta RFB/INSS 3.764, foi concebido com uma lógica semelhante à da malha fina do imposto de renda, e atua com o objetivo de identificar, antecipadamente, tanto as tentativas de fraudes quanto os erros involuntários cometidos pelas empresas.
À medida que as informações são declaradas via GFIP, estas são filtradas de acordo com parâmetros estabelecidos pela RFB e INSS. Se um desses parâmetros acusar discrepância, a GFIP ficará retida para que a Receita Federal possa analisar os dados declarados antes que estes sobreponham a informação originária.
O que motivou a criação e implantação do sistema Malha GFIP é louvável e precisa ser aqui, primeiramente, mencionado.
Para o INSS, o sistema Malha GFIP objetiva inibir fraudes e erros nas informações relacionadas aos segurados. Isto porque, devido ao fato do sistema SEFIP - que é uma tecnologia da Caixa Econômica e esta exporta para a base de dados do INSS e RFB - …

Encat anuncia implantação da primeira fase do Projeto Brasil ID

O Encat (Encontro Nacional de Coordenadores e Administradores Tributários) anunciou a implantação da Fase 1 do Projeto Brasil ID – sistema eletrônico de monitoramento de mercadorias em trânsito. O anúncio foi feito durante reunião realizada em São Luís do Maranhão, entre 13 e 16 de agosto. Dessa etapa, participarão transportadoras, empresas de bebidas, petróleo e gás.
Haverá o controle do fluxo de mercadorias nos principais corredores de transporte rodoviário que interligam as regiões Norte e Nordeste ao Sul e Sudeste do Brasil. Para tanto, serão instaladas 216 antenas, 80 leitores e mais um conjunto de outros ativos, como pórticos, leitores manuais, tags e cartões, entre outros itens.
As rodovias federais contempladas nesta primeira fase serão as BR 304, 222, 010, 020, 135, 116, 230, 316 e a 101.
O Brasil ID consiste em um sistema nacional de identificação, rastreamento e autenticação de mercadorias por radiofrequência. Funciona por meio de chip instalado nas embalagens das mercadorias,…

Mundo Pensante | Se eu fosse você

Se eu fosse você, começaria a prestar mais atenção em “estalinhos do nada”.
Sabe aquele “insight” que diz que é melhor ir por ali ? Você vai dormir preocupado e, de repente, um sonho. Sai na rua com a cabeça quente, senta em algum lugar para tomar o café e o casal da mesa ao lado faz um comentário que se encaixa perfeitamente no que precisaria ouvir. Uma música no rádio, comentário no elevador, um texto na internet. A gente ouve, lê, acha bonito e depois deleta da mente.
Talvez seus sentidos estejam tão condicionados, que você nem consiga mais enxergar o que está tão evidente. Quem sabe esteja tão focado em uma única perspectiva, ao ponto de simplesmente ter se ensurdecido para toda as vozes que falam, falam, falam...
Acho que vale a pena dar crédito a intuição. Ela é a ponte entre seu subconsciente e seu consciente. Vale a pena prestar atenção na vida, nas respostas, nas "coincidencias" de cada dia.
As coisas estão difíceis ?
Pode ser a hora de dar passos mais largos, igno…

Gerentes de Planejamento Tributário (impostos indiretos): Um dos 10 profissionais (muito) raros no Brasil

Reportagem da revista Exame: Levantamento da consultoria EXEC mostra quais são os cargos em que mais faltam profissionais qualificados. Um deles: Gerentes de Planejamento Tributário (impostos indiretos).


Um trecho da reportagem:

Diante de uma das cargas tributárias mais complexas do mundo, as multinacionais que acabam de desembarcar no Brasil estão, literalmente, à caça de profissionais especializados em planejamento tributário que saibam tudo sobre impostos indiretos.

“Os impostos indiretos são aqueles que incidem sobre as operações”, diz Altona, da EXEC. “O entendimento desta legislação pode mudar desde a composição de um produto até a localização de centros de distribuição”.

Para desempenhar este papel, o profissional deve entender muito do negócio em questão e saber, em detalhes, toda a legislação. Além, é claro, de inglês fluente (para atender as multinacionais) e capacidade de fazer planejamento tributário estratégico.

“As empresas, no Brasil, não têm uma cultura de planejamento trib…

Entrevista do Subsecretário de Fiscalização da Receita Federal do Brasil

Sistemas modernos estão sendo implantados pela Receita Federal do Brasil de maneira a tornar mais eficiente a fiscalização e, ao mesmo tempo, facilitar a relação entre o órgão e o contribuinte. Entre as inovações estão o Sistema Público de Escrituração Digital (Sped), as Notas Fiscais eletrônicas (NF-e) e a Escrituração Contábil Digital (ECD), entre inúmeras outras. Iniciativa das mais inovadoras é a Escrituração Fiscal Digital Social (EFD-Social), que deve ser classificada como um projeto do Estado Brasileiro, propiciando uma radiografia das relações de emprego, previdência e fiscal dos trabalhadores brasileiros. Devido à sua importância, a ANFIP promoveu, no dia 23 de maio, um seminário na Câmara dos Deputados com a participação do secretário da RFB, Carlos Alberto Freitas Barreto, de vários parlamentares, de técnicos do órgão diretamente envolvidos em todos esses projetos e de integrantes do Conselho 

Executivo da ANFIP. Na oportunidade, o presidente da ANFIP, Álvaro Sólon de França…